Benefícios dos exercícios para a mente nas crianças

A mente das crianças é como uma esponja, que absorve todos os conhecimentos e estímulos que os rodeiam, assegurando a sua adaptação à sociedade na qual se desenvolvem, permitindo-os evoluir através dos anos mediante experiências e aprendizagens tanto na escola quanto no lar.

Benefícios dos exercícios para a mente nas crianças

As crianças, desde os seus primeiros anos, aprendem a usar a sua mente para memorizar conhecimentos, adquirir novas habilidades e analisar diversas situações que vão se apresentando no decorrer das suas vidas.

Para desenvolver o raciocínio lógico-matemático, a capacidade verbal oral e escrita e o entendimento cultural dos aspectos da sociedade à qual pertencem, é exigido um alto nível de capacidade mental e de memória, que parece se diluir quando chega a idade adulta, já que, com os anos, fica mais complicado adquirir novos conhecimentos.

As crianças, desde os 3 anos de idade, são capazes de realizar diversos exercícios mentais, desde que eles sejam apresentados de acordo com o nível de maturidade do pequeno. Esse tipo de atividade é muito importante para desenvolver a capacidade de pensamento da criança, uma habilidade que permanecerá com a pessoa pelo resto da sua vida.

Assim, entendemos que os benefícios dos exercícios para a mente nas crianças podem ser evidenciados claramente na idade adulta, pois resultam na formação de pessoas com maior poder de concentração, capacidade de análise e memória do que aquelas que não receberam nenhum tipo de estímulo na sua infância.

O que estimulamos nas crianças com os exercícios para a mente?

As crianças precisam desenvolver diversas habilidades do pensamento, como a identificação, comparação, ordenação, classificação e a diferenciação, as quais são adquiridas principalmente na etapa pré-escolar ou inicial.

Essas habilidades são sequenciais, o que quer dizer que, se uma criança não desenvolve efetivamente a sua capacidade de classificação, por exemplo, não poderá alcançar o conceito de diferenciação. Os exercícios mentais que estamos propondo devem estimular eficazmente cada uma dessas áreas do pensamento.

Exercitar a mente da criança permitirá a ela manter-se ativa e alerta, e desenvolverá suas capacidades cognitivas necessárias para superar com sucesso as etapas primária e secundária da sua educação, assim como uma maior agilidade e habilidade mental ao chegar na idade adulta.

Estimular a mente da criança com exercícios que a ajudam a conseguir identificar, comparar e ordenar durante a etapa pré-escolar vai proporcionar a elas uma maior confiança para resolver problemas simples que são apresentados no dia a dia e, posteriormente, permitirão entender melhor as operações matemáticas próprias da educação básica.

Nós, pais, devemos estar sempre atentos para que, na educação que nossos filhos recebem no jardim de infância, sejam propostos exercícios mentais que lhes ajudem a desenvolver cada uma de suas capacidades. Devemos ainda propor a eles jogos e atividades em casa, estimulando-os também no seu lar.

Nossa meta, como pais, é conseguir que nossos filhos sejam felizes e se tornem adultos de sucesso. Nenhum pai se sente bem quando observa seu pequeno com dificuldade para compreender a tabuada ou não ser capaz de aprender a lição para a prova de amanhã.

Podemos evitar que isso aconteça se ajudarmos nossos filhos a pensar mais e melhor através de exercícios mentais que, para eles, mais do que parecer uma tarefa, significarão um jogo a mais, enquanto que, para nós, representará a tranquilidade de saber que estamos ajudando eles a superar com mais facilidade as etapas que estão por vir.

Leave a Reply